quarta-feira, 6 de março de 2013

Só os Loucos Sabem...Chorar

Confesso que não fui fã do cantor Chorão, enquanto eu buscava uma Ideologia pra viver com o poeta Cazuza, idolatrava a Abelha Rainha Maria Bethânia e entrava na onda Like a Virgin com Madonna, Chorão já trilhava seus caminhos no esporte e na música. 
Hoje perdemos um grande ídolo do rock nacional, é quando damos conta que pessoas sensíveis e de talento fantástico estão a nossa volta e deveriam ser eternas. Elas entram em nossas vidas, nas nossas casas pelo rádio e tv cantando e não damos às vezes a devida atenção ou não percebemos.
O Rock in Rio perdeu a grande oportunidade de ter entre suas estrelas nacionais a banda Charlie Brown Jr. e os deixou de fora desse grande acontecimento mundial, mas pelo que li a banda era muito maior que um Rock in Rio, eles foram reconhecidos pelo talento e ganharam vários prêmios inclusive VMBs e Grammys. Chorão deixa um legado, várias pessoas que foram influenciadas pelo skate e se destacaram praticando esse esporte que até pouco tempo atrás era visto como "coisa de desocupado", e constatamos que o esporte dá dignidade aos jovens e muitas vezes os tira da marginalidade.
Fiquei surpreso ao saber que Chorão tinha quase 43 anos, esse eterno garoto de visual e espírito não tinha papas na língua e falava o que pensava...polêmico? É a fama que pessoas verdadeiras levam, infelizmente é o preço pago.
Nas redes sociais li na despedida de amigos em comum, que Chorão era um cara generoso e justo, às vezes  o tipo roqueirão e bad boy poderiam atrapalhar sua imagem, mas o bem que ele fez ao próximo ficará para sempre registrado para quem o recebeu.
Hoje somos nós que choramos, seus dias de luta terminaram, seus dias de glória chegaram hoje esse céu azul é seu Chorão.
 Resolvi postar uma música completamente diferente do que o Chorão fazia, esse encontro com Dudu Nobre na gravação do dvd na Cidade do Samba no Rio de Janeiro é minha homenagem ao cantor Chorão e a todos os seus fãs.
Postar um comentário